Uma senhora muito distinta e sem um dos braços sentou-se ao meu lado no metrô. Quando me levantei pouco depois, chutei seu pé sem querer. Pedi desculpas e fui embora pensando que aquilo devia significar alguma coisa. Eu só não sei o quê.

Anúncios