Ó, temporas! Ó, mores! Que dias vivemos! Basta que se junte uma garrafa de cerveja com dois blogueiros, e só se ouvirá falar de um assunto: monetização. Mas o que aconteceria, então, se juntássemos dez blogueiros, uma mulher de, um bar, uma pizzaria, três dúzias de cervejas e três pizzas? Mil assuntos (todos propalados aos berros, porque a malta é extensa, e berrar… sei lá… é tão doispontozero, né?).

Sadismo Infantil
Doni: — Porra, como alguém pode achar que isso não existe? Tudo a ver com a fase anal!
Biajoni: — Chamou?

Prostituição
Almirante Nelson: — As putas de Goiânia são as mais bem cotadas do Brasil!
Branco Leone: — O José Dumont disse que viu uma placa pendurada num puteiro em Serra Pelada que dizia “Infelizmente, não trabalhamos com cu. A gerência.
Voz interior: — E o cu com as calças? Serra Pelada fica em Goiânia?

Inagaki
Voz solitária: — Cadê o Ina?
Todos: — Sei lá.
Voz solitária: — Ele disse que vinha…
Todos: — Ahã!

Reforma ortográfica
Olivia Maia: — Meu chefe disse que essa reforma ortográfica não vai pegar.
Alguém: — Mas dizem que os portugueses já assinaram.
Outro alguém: — Xi, então fodeu.
Olivia: — Mas agora, como eu vou escrever “tranqüilo”? Com trema ou sem trema?
Branco: — Por que a preocupação? Nem maiúsculas você usa!

A chegada de Roger
Os homens: — Ih! Sujou! Mão na cabeça!

Ouvido de passagem
Alguém: — Ratapulgo, quase não reconheci você sem os ovos na cara…

E, como não podia deixar de ser, Monetização
Biajoni: — Em vez de monetizar, a gente podia vangoghizar, não?
Branco Leone: — Alguém tire uma foto dessa zona, que eu monetizo amanhã mesmo. (abaixo, o resultado).

 

Dos outros, não ouvi nada: ou não berraram o suficiente, ou berraram depois da décima cerveja. Isto é, antes das pizzas.

Anúncios