Zumbi dos Paumoles, líder comunitário de uma favela no Rio de Janeiro;
Carnal Valeska, abre-alas (e o que mais estiver fechado) na escola de samba sediada no mesmo morro;
Carlos Alegórico, repórter en-viado especial para desfiles de escola de samba;
Zélio Oitocentos, atendente de tele-marketing, que foi incluído para que o livro tivesse um personagem que (acha que) trabalha.

A falta de uma trama não é impedimento para escrever o livro. O problema é que eu detesto trocadilhos.

Anúncios