Se és capaz de convidar quem nunca viste,
Comprar carnes, cervejas e saladas,
E arrumar cadeiras na varanda;

Se és capaz de abrir a casa a estes tipos,
Recebê-los como se os tivesses visto ontem,
E com eles rir, beber, comer e rir de novo;

Se és capaz de manter a tua calma quando
A carne do churrasco está acabando
Mesmo que ninguém ao teu redor te culpe;

Se és capaz de conversar de mil assuntos,
e Pessoa e Tarkovski te emocionam,
e não pareces bom demais, nem pretensioso;

Se és capaz de gritares palavrões
Às crianças, adultos e vizinhos,
E conseguires só risadas em resposta;

Se te portas por trás de negros óculos,
de maneira que o vulgo, atento ou distraído
não saiba que a emoção te ronda e qual;

Se és capaz disso tudo, puta merda,
mais que um homem, meu amigo,
serás um Biajoni!

Obrigado, Bia!

E pra quem não conhece o original…

Anúncios